Monday, September 10, 2012

A HP e os seus all-in-one


Quando a HP lançou o seu primeiro all-in-one, ao estilo do iMac da Apple, era um aparelho interessante com bastante potencial. Não rivalizava em design nem em hardware com o concorrente da maçã, mas ainda assim era um desktop bonitinho e poupava espaço. O maior entrave, na altura, era o ecrã táctil. O sistema operativo da Microsoft ainda não estava preparado para uma utilização táctil intuitiva para o utilizador. Mas ainda assim, a ideia estava lá. Foram entretanto apresentados 4 novos all-in-one: Spectre One, Envy 20, Envy 23 e Pavillion 20.

Spectre One


Envy 20


Envy 23


Pavilion 20


Escusado será dizer que o Spectre One se assemelha com um iMac. Mas dificilmente se poderia fugir a esse design, muito bom por sinal. Dos quatro novos modelos apresentados, este é o único sem função táctil. Essa função, juntamente com a drive óptica, foi sacrificada em nome do design apelativo do aparelho, o que é uma pena porque o novo Windows 8 está pensado exactamente para essas funções. Ainda assim, tem 4 entradas USB (duas das quais 3.0), entrada HDMI, rede, Beats Audio e um leitor de cartões de memória. Vem ainda com um touchpad semelhante ao Magic Trackpad da Apple.

Na gama média estão os Envy 20 e Envy 23 (o número corresponde ao tamanho do ecrã, 20 e 23 polegadas respectivamente a uma resolução de 1920 x 1080px). Possuem ecrã táctil, Beats Audio e processadores Ivy Bridge.

O económico Pavilion 20 não tem ecrã táctil, mas oferece uma resolução igual aos Envy com o seu ecrã de 20 polegadas. Estará disponível com processadores Intel e AMD.

Em termos de datas e valores (Estados Unidos), o Spectre One chega em Novembro com um preço base de 1299$, os Envy 20, Envy 23 e Pavilion 20 chegam em Outubro a 799$, 999$ e 449$ respectivamente.

(vi aqui, aqui e aqui)